quinta-feira, setembro 07, 2006

Fado do Encontro

Vou andando, cantando
Tenho o sol à minha frente
Tão quente, brilhante
Sinto o fogo à flor da pele
Tão quente, beijando
Como se fosses tu

Ao longe, distante
Fica o mar no horizonte
É nele, por certo
Onde a tua alma se esconde
Carente, esperando
Esse mar és tu

Pode a noite ter outra cor
Pode o vento ser mais frio
Pode a lua subir no céu
Eu já vou descendo o rio...

Na foz, revolta
Fecho os olhos, penso em ti
Tão perto, que desperto
Há uma alma à minha frente
Tão quente, beijando
Por certo que és tu

Pode a lua subir no céu
E as nuvens a noite toldar
Pode o escuro ser como breu
Acabei por te encontrar

Vou andando, cantando
Tive o sol à minha frente
Tão quente, brilhando
Que a saudade me deixou
Para sempre,
Por certo
O meu Amor és tu.

Tim


Dueto por Tim e Mariza
Piano de Mário Laginha.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Thinker said...

eu já conhecia a música , mas não conhecia a letra.
é um bocado como os teus passeios na praia, vais andando, não deves cantar para não perturbar a natureza, mas sei que cantas para ti! ;)

quinta set 07, 06:14:00 da tarde 2006  
Blogger Cerejinha said...

Isto é tão bonito... A minha distracção fez com que só hoje descobrisse esta canção e ainda não parei de a ouvir.

quinta mar 08, 04:32:00 da tarde 2007  

Enviar um comentário

<< Home

Solar X-rays:

Geomagnetic Field:
Status
Status
 
From n3kl.org
Number of online users in last 3 minutes