sexta-feira, maio 12, 2006

Deitar contas à vida...

Tudo na vida tem, pelo menos, dois lados! Um lado chato, ou díficil, e um lado bom, positivo...
Por exemplo, deitar contas a um ano inteirinho para entregar o IRS a tempo é chato, mas não pagar multa é bom. Remexer em tantos recibos antigos, por mais organizados que estejam (o que não é o caso dos meus!) é chato, dá trabalho, levanta pó,... mas arrumar a casa é bom, e deitar fora tantos papeis e recuerdos (bilhetes daquela ida ao cinema, a conta do restaurante à beira mar...) é um alívio... faz-me pensar nas pobres árvores que foram cortadas para produzir todo aquele papel... Que desperdício!! E o planeta a precisar tanto de oxigénio!!
Mas, dei comigo a descobrir coisas que já nem me lembrava que tinha, consequência das várias e recentes mudanças de casa... recordações... e que fazer? Guardo em mais uma caixa, como cápsula no tempo, arrumada no fundo do armário, para mais tarde recordar? Ou simplesmente deito fora?... porque as verdadeiras recordações tenho-as na alma, na minha identidade... nem sempre é, para mim, uma escolha fácil... e se me arrependo? E se um dia vou à procura desta ou daquela recordação e ela não está lá? Estes "ses"...
Decidi, por isso, sem olhar para trás... porque mesmo que tenha, ou não tenha, um contentor de recordações... as que são importantes, as boas, estarão sempre dentro de mim... e como o ser humano tem tendência a esquecer as más...

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger M&M said...

Recordações dentro de nós!
Não guardo quase nada e nunca me arrependi disso.
Olhos no futuro a construir memórias para a velhice...
Beijos!

sexta mai 19, 05:52:00 da tarde 2006  
Blogger Ana Coelho said...

Memórias... o mais possível! :)

Beijos!

quinta mai 25, 11:29:00 da tarde 2006  

Enviar um comentário

<< Home

Solar X-rays:

Geomagnetic Field:
Status
Status
 
From n3kl.org
Number of online users in last 3 minutes