quinta-feira, março 02, 2006

Hard Habit to Break

Olhar para o telemóvel mudo do meu lado e tentar resistir a mandar um sms de boa noite... claro, porque telefonar... nem me atrevo, sei que não ias atender o telefone, que não achas a altura correcta... agora que acabou tudo... - ser uma Senhora nos dias de hoje é díficil, dizes, num abraço que me envolve mais uma vez... imagino que a última - talvez tenhas razão, seria bem mais fácil se existissem homens como antigamente... ou talvez não...

Ver que estás online e não dás sinal de vida... queres que eu seja feliz, e não achas justo que eu fique à espera de uma coisa que nem tu sabes quando vai acontecer... um pensamento sensato, sem dúvida... entretanto... passaram dois anos, agridoces como convém a esta história. E agora, cada um para seu lado dizes nos 20 minutos que reservaste para por termo a 4 anos de uma montanha russa de emoções. Assim não pode ser, dizes num tom grave, é o melhor para mim, para ti e para nós!

Pensei que ia sentir alívio quando este dia chegasse, senti que um dia ia chegar, mas na verdade... nem isso, nem dor, nem aquela falta de chão que senti noutras rupturas que tivémos... amorfa e apática... isso senti... impotente... também... nada mais a fazer... não posso desejar mais que sejas o que esperei que fosses...

E dizes na carta que acabaste de me enviar por mail, que o melhor é Ser e Sentir, ma non Tropo... e falas comigo no msn, e o meu coração arranca num galopar desconcertante...

No meio de tudo isto, continuo sem perceber, qual é afinal o teu sentimento... talvez não queira ver o que outros dirão que entra pelos olhos dentro... mas não, quem nos viu juntos há uma semana... ficou tão surpreendido quanto eu... talvez queiras ficar com a memória do sentimento e vampiriza-lo quando sentires necessidade... há pessoas assim...

Eu quero mais que memórias, quero futuros presentes!

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Sandra Feliciano said...

como queres tu perceber aquilo que o proprio não percebe?

se há coisa que nunca poderemos fazer pelos outros, por muito que os amemos, é amadurecer por eles.

"I can show you the door, but you will have to walk through it" (Matrix)

e tu já lhe mostraste a porta...

terça mar 07, 11:15:00 da tarde 2006  

Enviar um comentário

<< Home

Solar X-rays:

Geomagnetic Field:
Status
Status
 
From n3kl.org
Number of online users in last 3 minutes